Quarta-feira, 22 de Julho de 2009

Automóveis Eléctricos mais perto do que nunca...

Ora cá estamos mais uma vez... Quero só deixar bem claro que não tenho comissão (infelizmente) com a PUB que poderá aparecer durante o post, mas tenho de dar o braço a torcer... Convenceu-me!!!

 

Os automóveis eléctricos não são uma novidade no mercado automóvel, desde há muito tempo que existem automóveis ou máquinas industriais a funcionar a electricidade. Mas hoje em dia está muito em voga devido à escalada do preço do petróleo e ao aumento significativo do efeito de estufa.

 

Funcionamento

Um automóvel eléctrico é um automóvel que tem, apenas, como combustível a electricidade. Existem muitos automóveis em circulação a utilizar motores eléctricos, mas muitos desses automóveis são híbridos, ou seja, utilizam um motor eléctrico e um motor de combustão interna, que se analisarmos bem as coisas são uma "especie" indecisa... Sem querer ferir susceptibilidades, mas nos meus tempos de estudante ouvia-se muito qualquer coisa deste tipo - Um arquitecto é um ser que não é suficiente masculino para ser engenheiro, nem suficiente feminino para ser decorador!!  Os veiculos hibridos fazem-me lembrar isso.

 

Existem vários tipos de motores eléctricos, mas o que começa a ser mais comum é o motor com rotor em gaiola de esquilo. Ele é composto por um rotor e um estator, para que o rotor entre em movimento é necessário gerar uma corrente eléctrica no interior do campo magnético gerado pelo estator. Essa corrente é proveniente das baterias e quando passa no interior do campo magnético é gerada uma força eléctrica que impulsiona o rotor.

Um motor eléctrico tem uma eficiência muito elevada, na ordem dos 85-95%, ao contrário de um motor de combustão interna que tem à volta de 20 a 30%, sendo a restante energia gasta sob a forma de calor.

Isto pode criar outros problemas, pois corremos o risco de não termos aquele aquecimento sufocante da "sofagem", nem de podermos estrelar uns ovos quando nos der a fome :).

 

Um dos factores mais importantes nos automóveis eléctricos é as baterias. A bateria é o local onde a electricidade é armazenada. Inicialmente as baterias não permitiam percorrer grandes distâncias, mas agora com uma forte aposta a nível mundial, as baterias estão cada vez mais evoluídas e possuem mais carga para percorrer maiores distâncias. Mas não só permitem cargas mais elevadas como são capazes de recarregar mais rápido.

Os automóveis eléctricos podem ser carregados de várias maneiras, ou por ligação externa em que se liga o automóvel à tomada, ou recarregando as baterias, por exemplo, através de painéis fotovoltaicos.

Os automóveis eléctricos recorrem também a alguns truques que lhes permitem poupar energia, alguns desses truques são, por exemplo, desligar o motor quando o automóvel está parado. Eles utilizam também a travagem regenerativa, em que quando os automóveis estão a abrandar o motor eléctrico funciona, basicamente, como um gerador recarregando as baterias. É uma maravilha, mas não pensem que quando estiverem com  o "depósito" vazio (pronto, pronto... com  as bateria fraca) é só andar para aí nas descidas a travar a fundo...

 

Vantagens

Os automóveis eléctricos possuem várias vantagens em relação aos automóveis movidos a combustíveis fósseis. Algumas dessas vantagens são:

  • Condução silenciosa – em relação aos automóveis a gasolina e diesel os automóveis eléctricos proporcionam uma condução mais silenciosa. Isso é conseguido pela ausência de várias peças, tal como, o escape uma das principais fontes de ruído num automóvel; 
  • Não poluem – os automóveis eléctricos como consomem uma energia “limpa”não emitem qualquer tipo de gases nocivos para a atmosfera;
  • Condução agradável – muitos dos automóveis eléctricos existentes ou em produção não necessitam de embraiagem, devido a esse facto e a possuírem motores de elevada rotação, os automóveis eléctricos proporcionam uma condução agradável não se notando as passagens de mudança. Tanto para cidade como em situações em que seja necessário fazer uma aceleração mais fervorosa não é preciso ter em atenção a caixa de velocidades;
  • Custos de manutenção baixos – o motor eléctrico utiliza pouquíssimas peças, quando comparado com um motor de combustão interna, por isso, há menos peças a sofrerem desgaste no seu funcionamento. Deixa também de ser necessário fazer as típicas revisões para mudança do óleo, entre outras. Devido a estes factores os custos de manutenção de um automóvel eléctrico são consideravelmente mais baixos;
  • Menos impostos – os automóveis eléctricos actualmente apenas pagariam 30% de imposto automóvel, estando previsto pelo governo uma redução do mesmo;
  • Adaptação – há quem diga que no futuro por se utilizar apenas automóveis eléctricos, as emissões de CO2 não vão baixar… devido ao aumento de consumo de energia eléctrica será necessário produzir mais electricidade e, como tal, grande parte dessa electricidade provém dos combustíveis fósseis. Mas o problema não está no automóvel, mas sim na produção de electricidade. No futuro deverá apostar-se cada vez mais na utilização de energias renováveis para a produção de electricidade. O automóvel eléctrico, ao contrário de outros, irá sempre adaptar-se seja qual for o tipo de produção utilizado.

Automóveis

Neste momento encontram-se em planeamento/produção vários automóveis eléctricos, mas existe um que se destaca de todos os outros, o Tesla Roadster. Trata-se de um automóvel totalmente movido a energia eléctrica que consegue deixar embaraçado qualquer super-desportivo movido a combustíveis fósseis. O Tesla Roadster é capaz de alcançar os 100 km/h em apenas 3,9 s, em muito graças aos 250 cv do motor eléctrico e alcançar uma velocidade máxima de 232 km/h (limitada electronicamente). Espera-se que tenha bateria para perfazer uma distância de 410 km em consumo combinado cidade/estrada, o que muitas vezes um automóvel com motor de combustão interna não consegue alcançar. O Tesla Roadster necessita apenas de 3,5 horas para recarregar a bateria a 100%, estando esta totalmente descarregada. O motor eléctrico pesa apenas 52 kg e tem o redline às 13.000 rpm. 

  • O futuro

    Portugal tornou-se num dos primeiros países a aderir aos automóveis eléctricos fazendo, para isso, um acordo com o grupo Renault-Nissan. Esse acordo irá permitir que a partir de 2010/2011 comecem a circular em Portugal os primeiros automóveis eléctricos de produção em série. Está previsto que esse automóvel tenha autonomia para perfazer 200 km com a bateria carregada e que possa ser carregado em casa necessitando, para isso, de 6 horas para carregar a 100% e de apenas 10 minutos para carregar 80% das baterias.

    Mas ainda mais cedo se deverá ver em Portugal automóveis eléctricos portugueses. Está previsto começar em 2009 a produção do Eco Vinci pelas mãos da empresa Retroconcept. A empresa já havia ficado conhecida pelo lançamento dos Vinci GT e Vinci Sport.

Como uma imagem vale mais do que mil palavras,  aqui vai uma sequência de frames que deve valer bem mais do que todas as palavras que poderei dizer.  No meu ponto de vista vale bem a pena ver o videozito.

 

 

Ah, como não quero ficar com os louros que não me pertencem, a principal fonte deste post foi consultada no site maistuning.com

 

 

sinto-me:
publicado por fm às 21:30
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
| | partilhar

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Automóveis Eléctricos mai...

.arquivos

. Julho 2015

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds